6 excelentes atividades que estimulam o raciocínio para crianças

6 excelentes atividades que estimulam o raciocínio para crianças

Você já percebeu como os pequenos aprendem rápido? Eles estão em uma fase em que o cérebro absorve informações com extrema facilidade e se adapta rapidamente às novas circunstâncias. Como consequência, eles podem desenvolver habilidades incríveis quando são expostas a atividades que estimulam o raciocínio.

Então, se você tem um desses pequenos aí na sua casa, fique atento a este post! Vamos explicar qual é a importância de proporcionar esse tipo de atividade e quais são as mais adequadas para turbinar as conexões cerebrais de crianças e pré-adolescentes. Confira!

Importância das atividades que estimulam o raciocínio para crianças

Praticamente tudo no nosso corpo funciona melhor a partir do estímulo. Isso acontece com os nossos músculos, por exemplo. Se você não pratica exercícios de força, eles ficam com uma capacidade de esforço limitada. Porém, quando a pessoa obriga esses tecidos a executarem uma atividade que exige, ele se adapta gradualmente e consegue atender a essa expectativa.

O mesmo acontece com o seu coração. Se você não exige que ele acelere seus batimentos, esse órgão se torna “preguiçoso” e o cansaço aparece ao menor sinal de esforço. Por isso, é necessário realizar exercícios aeróbicos, que provocam essa aceleração e o tornam mais resistente.

Se até agora você não entendeu o que tudo isso tem a ver com as atividades que estimulam o raciocínio das crianças, nesse momento nós vamos explicar. Da mesma forma que os seus músculos, o cérebro também se desenvolve a partir de estímulos.

A criança tem uma imensa curiosidade para explorar o mundo e uma enorme vontade de aprender. Tudo o que estiver à sua volta será objeto de intensa investigação. Porém, para ampliar suas possibilidades de aprendizagem, ela precisa ter um ambiente estimulante.

Se as atividades são sempre parecidas e o ambiente é igual o tempo inteiro, em pouco tempo não haverá mais um foco para essa curiosidade. Como consequência, as oportunidades de desenvolvimento se empobrecem, prejudicando o raciocínio, a linguagem, a criatividade e assim por diante.

Por outro lado, a criança estimulada tem um desenvolvimento cognitivo extraordinário. Sempre que ela se depara com uma informação nova (visual, auditiva, cinestésica, sensorial) e seu cérebro tenta entender esse novo input, ele faz uma série de conexões entre os neurônios.

Portanto, quando a criança é estimulada e tem a oportunidade de aprender, ela não amplia apenas o seu repertório de conhecimentos. Ela também melhora a capacidade do cérebro no aspecto funcional, ou seja, ele se torna capaz de aprender mais, com melhor qualidade e em um tempo menor. Essa é a principal função das atividades que estimulam o raciocínio das crianças.

6 excelentes atividades que estimulam o raciocínio para crianças

Atividades que estimulam o raciocínio das crianças

Para começar, é importante dizer que as atividades que estimulam o raciocínio das crianças que nós vamos recomendar podem ser feitas mesmo durante a primeira infância. Aliás, é nesse período entre os 0 a 5 anos que os pequenos manifestam naturalmente uma enorme curiosidade. Assim, eles estão extremamente dispostos a aprender.

Isso não significa que as ações que vamos mencionar não possam ser feitas em outras idades ou até por pré-adolescentes. O que queremos destacar é que, mesmo nesse período inicial da vida, existem inúmeros benefícios em incluir essas atividades que estimulam o raciocínio das crianças.

1. Atividade física

Corpo e mente são indissociáveis. Por isso, uma das prioridades da primeira infância deve ser o desenvolvimento físico da criança e as conquistas psicomotoras. Quando os pequenos se movimentam, eles não estão apenas “mexendo o corpo”. Isso também acontece e é extremamente importante, mas essa é apenas uma pequena contribuição da  atividade física na primeira infância.

Quando a criança se movimenta, além de fazer conexões neurológicas que permitem o controle gradual do corpo, ela também estabelece as bases para o raciocínio lógico, colocação do corpo no tempo e espaço, ritmo, lateralidade. Mais tarde, tudo isso será necessário para ela aprender a ler, a realizar operações Matemáticas, interpretar mapas e gráficos, entre outros conteúdos escolares.

Portanto, entre as atividades que estimulam o raciocínio das crianças, o exercício físico praticado de forma lúdica com certeza tem um papel fundamental. Para desenvolver a mente, é essencial ajudar os pequenos a entenderem e controlarem o próprio corpo, porque ele é o referencial a partir do qual eles se relacionam com o ambiente.

2. Música

Além de uma arte, a música é uma área de conhecimento humana inigualável. Ela pode ser considerada uma linguagem (comunicada por símbolos), que envolve noções matemáticas (ritmo, divisão do tempo), desenvolve habilidades psicomotoras (coordenação dos movimentos) e desperta emoções.

Portanto, entre as atividades que estimulam o raciocínio para crianças, sem dúvida a música também tem um papel importante. Entre os principais benefícios desse aprendizado na infância, podemos destacar:

  • desenvolvimento do foco;
  • aperfeiçoamento da coordenação motora;
  • expansão da criatividade;
  • ampliação da capacidade de memória;
  • desenvolvimento da linguagem, especialmente da área conhecida como prosódia;
  • contato com a matemática;
  • aumento da capacidade de expressão corporal.

Mais uma vez, quanto menor for a criança, mais divertida precisa ser a atividade. Por isso, em vez das aulas tradicionais de instrumentos, é mais interessante começar com a musicalização infantil, que ensina conceitos importantes de forma lúdica.

Na musicalização, a criança tem noções de ritmo, cadência, trabalha a discriminação auditiva e a expressão musical. Tudo isso é feito por meio de muita brincadeira, movimento e ações em grupo.

3. Atividades práticas

Muitos pais não imaginam, mas as atividades domésticas contribuem de forma natural para o desenvolvimento do raciocínio lógico. Algumas das funções elementares para esse tipo de pensamento são a classificação e a ordenação, e as tarefas que acontecem dentro de uma casa contribuem para isso.

Por exemplo: quando a família pede que a criança guarde seus brinquedos, ela pode ajudar a desenvolver a noção de classificação. Se tiver que colocar os carrinhos em uma caixa (ou prateleira), os bichinhos em outra, e assim por diante, ela aprende a separar os objetos de acordo com suas características. Isso é a classificação.

Por outro lado, ao colocar os potes menores dentro de outros maiores para guardar no armário, a criança também aprende a noção de ordenação, que vem da ideia de comparar dimensões, estabelecendo uma hierarquia.

Ao colocar os pratos na mesa para uma refeição, a criança aprende a correspondência um a um, que é fundamental na Matemática. Isso é o que define a diferença entre falar os números em uma sequência decorada (como as crianças pequenas geralmente fazem) e realmente contar.

São essas ações simples do dia a dia que podem ser consideradas atividades que estimulam o raciocínio das crianças. Além disso, quem aprende a realizar essas tarefas cotidianas desenvolve uma independência muito maior.

6 excelentes atividades que estimulam o raciocínio para crianças

 

4. Jogos

Não poderíamos falar de atividades que estimulam o raciocínio das crianças sem mencionar os jogos. Existem vários tipos: os que exigem a demonstração de conhecimento, os que envolvem a imaginação, os que precisam de um bom entendimento das regras, os de estratégia… Como você pode ver, opções não faltam, e funções diferentes também!

Quando se fala em crianças pequenas, o ideal é oferecer jogos de sequência lógica e coordenação motora. Existem aqueles em que a criança precisa ordenar várias figuras, criando uma espécie de historinha e que faz sentido. Os de montar também são uma ótima opção.

Crianças maiores se dão muito bem com jogos de cartas (como o Uno) e os de tabuleiro. Nesse caso, elas já conseguem entender regras mais complexas e começam a formular estratégias para vencer. Então, esses recursos lúdicos precisam fazer parte do seu arsenal familiar de atividades que estimulam o raciocínio para crianças.

Também não podemos nos esquecer dos quebra-cabeças. Eles exigem que a criança realmente mobilize o pensamento e observe diferentes características das peças para alcançar o objetivo. Comece oferecendo os que têm poucas peças grandes e aumente a complexidade aos poucos. Porém, o interesse por esse tipo de brinquedo aumenta muito quando os pais participam da montagem.

Com o tempo, é possível introduzir outros tipos de jogos como Sudoku, caça-palavras e palavras cruzadas. Eles também são atividades que estimulam o raciocínio. Inclusive, há versões digitais dessas atividades que podem ser levadas para qualquer lugar e renovadas frequentemente.

5. Brincar

Embora exista uma forte tendência a adultizar a rotina das crianças, é importante lembrar que elas precisam de tempo para brincar.

Brincar livremente é uma das atividades que estimulam o raciocínio das crianças com maior eficiência. Quando elas se divertem sem nenhuma imposição, elas exercitam o corpo, a linguagem, a imaginação e desenvolvem competências socioemocionais, que são extremamente importantes para um crescimento equilibrado.

Portanto, mesmo que seu pequeno tenha uma série de compromissos semanais — escola, natação, curso de inglês — reserve um tempo para a brincadeira. Com certeza, valerá a pena!

6. Aprendizado de línguas

As crianças têm uma facilidade imensa para aprender línguas. Elas conseguem assimilar sons que nós, adultos, temos muita dificuldade para processar e repetir. Como o cérebro delas é extremamente adaptável, elas não enfrentam essa limitação. Por isso, falam sem sotaque, desde que tenham a exposição adequada a esse conhecimento.

Um post é pouco para dizer o quanto o aprendizado de línguas é fundamental para desenvolver a cognição das crianças. Em primeiro lugar, a linguagem é a base do pensamento. Então, ao estimular o desenvolvimento dessa área, o cérebro passa por uma transformação funcional extremamente benéfica.

A memória, por exemplo, é uma função executiva do cérebro que é extremamente desenvolvida com o aprendizado de línguas. Conforme a criança amplia seu vocabulário em duas línguas diferentes, ela expande sua capacidade de armazenar informações e aprende a buscá-la no momento certo.

Porém, para que uma criança pequena aprenda outras línguas e goste desse contato com o novo idioma, um cuidado é fundamental: a atividade precisa ser totalmente lúdica e natural. Por isso, embora seja extremamente aconselhável colocar os pequenos em escolas que ensinam o inglês, por exemplo, é preciso ter cuidado na escolha.

Antes de matricular seu filho no curso de inglês, conheça muito bem a instituição e a proposta de ensino. Verifique se o material realmente é adequado para a idade das crianças, se o ambiente de estudos é agradável e principalmente se as atividades são lúdicas.

Também é muito importante conhecer os professores e ver como eles lidam com as crianças. Nessa fase, elas não aprendem com o excesso de exigências, e sim com a convivência. Portanto, se eles forem afetuosos e acolhedores, elas transferirão esse sentimento positivo para o aprendizado da língua, que é uma das atividades que estimulam o raciocínio para crianças.

Entendeu como é possível inserir atividades que estimulam o raciocínio das crianças no dia a dia dos pequenos? Já conhecia todas essas possibilidades? Gostou do post?

Então, que tal conhecer uma instituição que se dedica ao ensino da língua inglesa para crianças e adultos há mais de 70 anos e tem uma metodologia e material especialmente criado de acordo com as características e interesses dos pequenos?

Acesse o nosso site agora mesmo e conheça as diferentes opções para crianças. Nas nossas turminhas Tots, Kindergarten, Pre-Kids, Kids e Pre-Teens, com certeza haverá uma proposta de ensino encantadora para fazer o seu pequeno aprender e amar o inglês. Confira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *